terça-feira, 13 de dezembro de 2011

PREÇO DO VOTO NA PARAÍBA

Quanto vai valer um voto nas eleições municipais do próximo ano? O preço vai depender do tamanho do município e de quanto os candidatos estão dispostos a gastar para chegarem ao poder. Mas a média para prefeito deve ser R$ 50,00. Este é o valor estipulado por pré-candidatos em vários recantos do Estado. Para vereador, deve ficar em R$ 30,00.


Estes valores serão pagos por quem, realmente, tem dinheiro e está disposto a ganhar uma eleição. E há quem pague. Mas a torneira somente será aberta na semana anterior ao pleito, que em 2012 será no dia 7 de outubro.

Por enquanto, os pré-candidatos estão levando os eleitores- principalmente os mais pobres e os de menos instrução- no banho maria.
Prometem empregos, se forem eleitos, conseguem remédios de graça com alguns amigos médicos (isto quando os próprios médicos não são os candidatos), oferecem sopão em comunidades carentes, pagam uma ou outra conta de água e luz, dão alguma ajuda financeira para viagens de ônibus e até se livram dos eleitores bebarões distribuindo cédulas de R$ 2,00.

Muitos dos pretensos candidatos que estão no poder (prefeitos e presidentes de câmaras, por exemplo) não querem nem saber: metem a mão no dinheiro que não é deles e compra votos da forma mais despudorada possível. Nos meses de campanha, os candidatos (mais ricos) andam sempre com os bolsos cheios de cédulas de R$ 2, R$ 5, R$ 10 e algumas de R$ 50.

A verdade é que a compra de votos é uma realidade: isto é corrupção. Os corruptos têm dinheiro e compram eleitores. É por isso que os eleitores não podem reclamar, depois, quando os políticos lhes viram as cotas. Mas um dia essa situação vai acabar.

Jogo de cena
O secretário de comunicação do Governo da Paraíba, Nonato Bandeira, disse ontem, em entrevista ao programa Correio Debate, da rádio 98,3 FM, que o gabinete do senador Vital do Rego Filho (PMDB) espalhou a notícia de que o Governo de Pernambuco estaria vetando paraibanos de trabalharem na fábrica da Fiat que será instalada em Goiana.
“Esse jogo de cena, essa coisa absurda foi uma invenção que saiu do gabinete de Vitalzinho. A assessoria dele foi quem primeiro divulgou essa informação”, disse o secretário Nonato Bandeira.

Candidato em Bayeux
A petista Giucélia Figueiredo disse, ontem, que apoia a pré-candidatura do advogado Gutembergue Cabral a prefeito de Bayeux, pelo PT, nas eleições municipais do próximo ano.

Fortalecimento
Giucélia disse que tem uma posição firmada em sobre as eleições nos grandes e médios municípios da Pataíba. Ela defende candidaturas próprias para fortalecimento do PT.

Nadja está decidida
A ex-vereadora Nadja Palitot está decidida a voltar à Câmara Municipal de João Pessoa, a partir de fevereiro de 2013. Vai ser candidata a vereadora e já está articulando apoios.

União em Sapé
O sindicalista Romero Baunilha defende a união das oposições em Sapé contra o esquema do prefeito João da Utilzar. Romero tem o nome lembrado para candidato a prefeito pelo PPS.

Confusão no PT 1
A Câmara de Recursos do PT se reuniu ontem, em São Paulo, e manteve decisão de não permitir que a direção da legenda em João Pessoa participe do Conselho Político do prefeito Luciano Agra (PSB).

Confusão no PT 2
A Câmara de Recursos foi criada pela direção nacional do PT para resolver pendências nos Estados e municípios. A decisão de ontem impôs mais uma derrota ao grupo de Luiz Couto no PT da Capital.

Confusão no PT 3
A reunião da Câmara de Recursos foi acompanhada por Antônio Barbosa, Jackson Macedo e Lucius Fabiani, que defendem apoio do PT à candidatura do prefeito Luciano Agra à reeleição em 2012.

Confusão no PT 4
A Câmara também mandou substituir dois membros da direção municipal de João Pessoa ligados a Luiz Couto. Os substitutos serão indicados por Rodrigo Soares e Luciano Cartaxo.

Anísio parabeniza Cabedelo
O deputado estadual Anísio Maia (PT) parabenizou ontem a Cabedelo pelos 55 anos de emancipação política. Mas afirmou que os moradores não têm muito o que comemorar, já que a cidade está completamente abandonada. “Cabedelo e todos os seus habitantes estão de parabéns. É uma cidade de pessoas trabalhadoras. Mas, infelizmente, não tem muita sorte com os governantes que escolhe. A cidade está abandonada”, disse Anísio Maia. Ele frisou que a cidade tem potencial para se desenvolver, entretanto, a Prefeitura e a Câmara não viabilizam este desenvolvimento.

Fátima se diz surpresa com decisão do TJ
A prefeita de Guarabira, Fátima Paulino, se disse surpresa com a decisão do Tribunal de Justiça, que deu prazo de 180 dias para a demissão de prestadores de serviços contratados. Ela disse que já acionou a Procuradoria Jurídica do Município, que vai recorrer da decisão.
Fátima afirmou que, em sua gestão, já foram realizados concursos para servidores e profissionais do PSF. Disse que os contratados existentes são dos programas em parceria com o Governo Federal: Caps II e Caps AD, Pro Jovem, Peti, Farmácia Popular. Outros profissionais foram contratados emergencialmente para atender a população, a exemplo dos médicos.

Helder Moura

Fonte: Paraíba Hoje
(13/12/2011)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics