quarta-feira, 30 de maio de 2012

Equipe de Mano Menezes busca afirmação contra EUA


O Brasil vive mistura de entusiasmo pela vitória diante da Dinamarca (3 a 1) com apreensão pelas péssimas atuações contra as grandes seleções, que colocaram em xeque o trabalho de Mano Menezes. Mais aliviado, o treinador promete usar os três próximos amistosos para dar ritmo ao time olímpico, a começar pelo desafio de hoje, às 21h07 (de Brasília), contra os Estados Unidos, no Fedex Field, em Washington.

No comando da Seleção Brasileira há 22 jogos, Mano tem retrospecto positivo: são 14 vitórias, cinco empates e três derrotas. O problema é que o time derrapou quando enfrentou rivais bem posicionados no ranking da Fifa. A única exceção foi a Dinamarca (décima). A outra vitória sobre uma seleção Top 10 foi contra Argentina (2 a 0), no Superclássico, quando os times usaram apenas jogadores do futebol local. O Brasil fracassou contra Holanda (0 a 0) e Alemanha (3 a 2), além de perder para Argentina na única vez que enfrentou Lionel Messi (1 a 0).

Apesar de deixar evidente que não liga muito para os números e que vê o duelo contra o time norte-americano (29º do ranking) como duro teste para a equipe olímpica, Mano sabe que a vitória lhe traz confiança para os confrontos diante do México (20º), domingo e Argentina (nona), dia 9. "A gente está acostumado a ver o futebol brasileiro dar respostas positivas nos momentos de pressão maior, o que mostra que temos a qualidade, desde que com comando equilibrado", explicou o treinador.

Sem receio, Mano vai mandar o time ao ataque, escalando Neymar e Alexandre Pato pelas pontas, enquanto Hulk fica como homem de referência dentro da área. Os três serão abastecidos por Oscar, que terá companhia de Sandro e Casemiro no meio de campo. As outras novidades estarão no gol, no qual Rafael ocupa lugar de Jefferson, e nas laterais, onde Danilo e Marcelo darão espaço para Rafael Silva e Alex Sandro. Dos 11 jogadores que jogarão, apenas o zagueiro Thiago Silva e o atacante Hulk não têm idade olímpica.

"Certamente a equipe terá a entrada de Neymar e mais algumas pequenas alterações que vou fazer, porque é preciso observar os jogadores. Mas vou manter a base para ganhar entrosamento e buscar o mesmo nível técnico do jogo contra a Dinamarca", comentou o treinador.

Humilde, Neymar diz querer lugar no time

Principal estrela da Seleção Brasileira, Neymar mais uma vez usou discurso humilde na hora de avaliar sua importância no time olímpico do Brasil. Integrado ao grupo nos Estados Unidos, após ser liberado da partida contra a Dinamarca para defender o Santos na Copa Libertadores, o jogador comemorou a boa fase vivida pela equipe nacional.

"Dizem que em time que está ganhando não se mexe, mas vou tentar o meu lugar. O Hulk jogou bem. É bom chegar quando a Seleção vence", comentou o jogador.

Neymar fez questão de lembrar da ausência de Paulo Henrique Ganso, machucado, e dividiu a responsabilidade com os companheiros. "Claro que a Seleção vai sentir falta do Ganso. O Santos também. Mas o Oscar é grande jogador e me entendo muito bem com ele", lembrando que os dois fizeram grandes jogos no Sul-Americano do Peru em 2011, quando o Brasil ganhou o título e a vaga em Londres.

Volta de ídolo e goleada animam anfitriões

Se para o Brasil o jogo de hoje não passa de um duro teste para a Seleção olímpica, do lado norte-americano a ansiedade é pela chance de desbancar um dos rivais mais cruéis da história. Até agora, em 16 jogos disputados, os brasileiros venceram 15, sendo que a única vitória dos Estados Unidos (1 a 0) aconteceu na disputa da Copa Ouro, em 1998.

E sobram razões para que o experiente técnico alemão Juergen Klinsmann aposte em bom resultado contra a Seleção Brasileira. Domingo, os norte-americanos golearam a Escócia por 5 a 1 em partida que marcou o retorno do ídolo Landon Donavan, autor de três gols. O jogador ficou ausente da seleção por oito meses, se recuperando de lesão.

"Não quero ser confundido com alguém que não se importa com nada. Me importo e gosto de fazer parte deste time. Sou profissional e sei como fazer meu trabalho. Estou nisso há muito tempo", comentou Donavan, 30 anos, que dividiu o mérito da goleada sobre a Escócia com os companheiros. "Foi uma das noites que tudo deu certo. Enquanto fiz gols, várias pessoas fizeram as coisas para que tudo desse certo também", completou.

Além do meia, o que motiva os norte-americanos é o estilo de jogo aplicado por Klinsmann e espelhado no usado pelo Barcelona. "Estou muito satisfeito. Vi ritmo forte durante o jogo inteiro e, como treinador, é muito divertido assistir isso. Nós vimos vários elementos que conversamos nos vestiários. É jogo com passe de bola rápido e outros itens que vimos muito contra a Escócia", afirmou o treinador.

Obviamente Klinsmann não espera contra o Brasil a mesma facilidade, apesar de enfrentar time com média de idade inferior aos 23 anos. "Claro que jogar contra o Brasil ou Itália (seleção que venceu por 1 a 0, em fevereiro) vai ser muito diferente, mas os jogadores entendem cada vez mais o que tentamos alcançar. Muito divertido ver tudo isso", confessou o treinador.

Fifa divulga hoje no Rio a tabela da Copa das Confederações

A Copa das Confederações de 2013, que será realizada no Brasil, terá a tabela divulgada hoje, às 11h, no Rio de Janeiro. O evento contará com a presença do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, além de Ronaldo e Bebeto, integrantes do Comitê Organizador Local.

O impasse em relação às sedes do torneio deve fazer com que a Fifa divulgue três versões da tabela. Com os atrasos nas obras dos estádios de Recife e Salvador, e a indefinição sobre prazos de entrega, a entidade trabalha com a possibilidade de contar com seis sedes, conforme anunciou na semana passada.

A confirmação sobre as cidades que receberão a competição foi adiada para novembro e não mais em junho, como previsto inicialmente.

Já estão confirmadas no torneio as seleções do Uruguai (campeão da Copa América), México (campeão da Copa Ouro), Japão (vencedor da Copa da Ásia), Brasil (país sede) e Espanha (campeã da Copa do Mundo). As demais equipes serão as campeãs da Eurocopa e da Copa da Oceania deste ano e da Copa Africana de Nações de 2013.


Fonte: Diário do Grande ABC
(30/05/2012)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics