domingo, 8 de julho de 2012

Botafogo Sub 15 conquista Torneio Interestadual


O 1º Supergol, Torneio de Futebol de Base, aconteceu entre os dias 1 e 7 de julho, na cidade de Baía Formosa-RN, e contou com a participação de equipes renomadas dos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas, nas categorias Sub 13 e Sub 15. Uma organização da Prefeitura Municipal de Baía Formosa, que tem como secretário de esportes e lazer o Sr. Fernando Cardoso, com o apoio da secretaria de esportes do estado do Rio Grande do Norte, através do secretário Joacir Bastos, ambos presentes na grande final do Torneio.

Um evento que deu um show no quesito organização, alojamentos climatizados, higiênicos e confortáveis. No estádio municipal Antônio Arruda de Farias foi disponibilizada toda a infraestrutura para a realização da competição, além de uma boa iluminação e um excelente gramado, se pode contar com segurança e ambulância em todos os jogos.

O Botafogo competiu apenas na categoria Sub 15, juntamente com o América-RN, CRB-AL, Campinense-PB, Palmeira de Goianinha-RN, Associação Tibiri-PB e Baía Formosa-RN. Estas equipes foram distribuídas em dois grupos, confira a Tabela e os resultados:

Grupo A: Baía Formosa, CRB (equipe B), Botafogo e Palmeira.

Grupo B: América, Tibiri, CRB (equipe A) e Campinense.

1ª Rodada
(01/07) Baía Formosa 0x0 CRB (equipe B)
(02/07) Botafogo 0x0 Palmeira
(02/07) América 2x0 Tibiri
(02/07) CRB (equipe A) 3x0 Campinense

2ª Rodada
(03/07) Palmeira 3x0 CRB (equipe B)
(03/07) América 2x0 Campinense
(03/07) Tibiri 0x2 CRB (equipe A)
(03/07) Baía Formosa 0x2 Botafogo

3ª Rodada
(04/07) CRB (equipe A) 1x1 América
(04/07) Campinense 1x0 Tibiri
(04/07) Palmeira 5x0 Baía Formosa
(04/07) CRB (equipe B) 0x2 Botafogo

4ª Rodada
(05/07) Palmeira 3x1 Campinense
(05/07) Botafogo 1x0 América
(05/07) CRB (equipe A) 3x1 CRB (equipe B)
(05/07) Baía Formosa 0x0 Tibiri

Semifinais
(06/07) América 0x2 Botafogo
(06/07) CRB (equipe A) 0x3 Palmeira

Final (Foi respeitado 1 minuto de silêncio em homenagem ao falecimento do ex-governador da Paraíba Ronaldo Cunha Lima)

(07/07) Botafogo 2x2 Palmeira (Decisão nos pênaltis: Botafogo 3x2 Palmeira)

CAMPEÃO INVICTO DO 1º SUPERGOL: BOTAFOGO FUTEBOL CLUBE

Até a grande final, o Botafogo não havia tomado nenhum um gol na competição, resultado do excelente treinamento que os goleiros do Sub 15 do Botafogo estão recebendo por parte do preparador de goleiros Ednaldo.

Os artilheiros do Belo na competição foram os seguintes: Marquinho (4); Alessandro (3); Clodoaldo (2); Gabriel, Artur e Ericson (1).

Elenco do Botafogo:

Goleiros: Keven e Janderlan;
Laterais (D): Anderson e Rafael;
Laterais (E): Fernando e Matheus;
Zagueiros: Luis, Ericson e Vitor;
Volantes: João Pedro, Marquinho e Ítalo;
Meias: Jackson, Lucas de Castro, Artur e Lucas Gomes;
Atacantes: Alessandro, Clodoaldo, Gabriel, Evaldo e Rafael Santos.

Comissão Técnica:

Diretor do Futebol Amador: Daniel César;
Técnico: Adriano;
Aux. Técnico: Evandro;
Preparador de Goleiros: Ednaldo.

Nos momentos que antecederam a partida final, os jogadores do Botafogo participaram de uma palestra motivacional, ministrada pelo auxiliar técnico Evandro, depois o técnico Adriano realizou a preleção, digna de um grupo verdadeiramente vencedor.

O Jogo

O Palmeira começou assustando, logo no primeiro minuto, o meia Euler fez bela jogada pelo setor esquerdo do ataque, se livrou da marcação e bateu cruzado, a bola passou próxima ao poste esquerdo do goleiro Keven.

Com dificuldades na marcação no meio de campo, o Botafogo estava cedendo muito espaço para o adversário, com isso a forte equipe do Palmeira pressionou bastante no início do jogo.

Aos 7, o Botafogo chegou com o meia Artur, que após avançar pelo meio foi derrubado próximo a entrada da grande área, Marquinho cobrou a falta tirando da barreira, mas o goleiro Diego foi buscar.

Quando o Botafogo procurava se impor mais dentro de campo, veio o gol do Palmeira, aos 12, após um bola alçada na área, a zaga do Botafogo pregou, e o atacante Jefferson, entre os zagueiros, desviou de cabeça, a bola entrou no canto superior esquerdo de Keven. Botafogo 0x1 Palmeira.

O Botafogo não se intimidou com o gol sofrido, foi para cima do Palmeira, aos 19, após uma cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, a defensiva do Palmeira bateu cabeça, a bola sobrou para Jackson, na entrada da grande área, o meia tentou colocar, mas a pelota foi interceptada pela mão do zagueiro Leonel, falta perigosa para o Botafogo, o volante Marquinho, com muita maestria, cobrou rasteiro, colocado, no canto esquerdo do goleiro Diego, um golaço, que sacudiu a torcida botafoguense. Botafogo1x1 Palmeira.

Depois do empate, o Botafogo conseguiu equilibrar as ações no jogo, mas continuava pecando nos passes, aos 24, o atacante Bebeto roubou uma bola na meia cancha, setor esquerdo, invadiu a área e bateu forte, cruzado, Keven espalmou e o zagueiro Luis afastou o perigo.

No final do primeiro tempo, o Botafogo imprimiu uma forte marcação por zona, isso obrigou os jogadores do Palmeira tentarem jogadas individuais, sem sucesso, porque o sistema defensivo do Botafogo estava muito bem plantado. O treinador Adriano ainda efetuou duas substituições, entraram Matheus e Gabriel (Pelé), saíram Fernando e Clodoaldo respectivamente. Mas o primeiro tempo terminou mesmo empatado em 1 a 1.

Segundo Tempo

As equipes retornaram com a mesma formação que terminaram a primeira etapa. O jogo recomeçou bastante truncado, com muitas faltas, mas com a equipe do Botafogo com uma atitude bem diferente da apresentada no início nervoso da partida.

O Botafogo estava mais ofensivo, aos 6, novamente de bola parada, o volante Marquinho mostrou que essa é sua especialidade, cobrou uma falta de fora área, a bola pegou efeito e obrigou o goleiro Diego a realizar uma grande defesa.

O Palmeira tentava encaixar os contra-ataques, mas o Botafogo não estava permitindo nenhuma articulação do adversário, de modo que quando a bola chegava à frente, chegava mascada, sem qualidade, isso facilitava o trabalho de corte por parte dos zagueiros Luis e Ericson.

E não demorou para que o Botafogo virasse o placar, aos 9, o atacante Pelé, pela ponta direita, deu um drible desconcertante no seu marcador, cruzou voltando, o atacante Alessandro dominou em cima da linha da grande área, girou sobre o zagueiro, ajeitou e fuzilou o canto direito de Diego. Gol de quem sabe das coisas. Botafogo 2x1 Palmeira.

O Botafogo ainda comemorava, quando aos 12 minutos, em uma bola despretensiosa, do meio da rua, o volante Leleu conseguiu um chute certeiro, a pelota viajou pelo alto, e deu uma descaída entre a mão do goleiro Keven e o travessão, gol de empate do time potiguar. Botafogo 2x2 Palmeira.

Aos 18, o Botafogo quase ficou novamente à frente do marcador, em outra boa jogada de Pelé pelo setor direito, a bola foi cruzada na área, o atacante Alessandro subiu mais alto que a zaga, e cabeceou forte, a bola caprichosamente passou raspando o travessão.

O bom condicionamento físico do time paraibano ficou evidente no final do segundo tempo, e o Belo foi com tudo para cima do Palmeira, que se defendia como podia.

Aos 26, a torcida do Botafogo pediu pênalti, após o lateral Matheus meter uma bola em profundidade para Pelé, o atacante invadiu a área, e foi derrubado pelo goleiro Diego, mas o árbitro mandou seguir.

O Palmeira, sentindo a pressão, recuou, e ficou apelando para que a decisão fosse para as penalidades máximas, e não deu outra, em cima da pinta, aos 30 minutos, o árbitro Anselmo Santana de Jesus (Margarida) trilhou o apito.

Momento nervoso, o Botafogo desperdiçou a primeira cobrança com Alessandro, e o Palmeira saiu na frente com Jaedson, na sequência, obedecendo a alternância das cobranças, o Belo converteu através de Marquinho, Artur e Ericson, já o Palmeira voltou a marcar com Euler, depois parou diante do Keven (Paredão), que defendeu duas cobranças, e contou com a sorte em uma bola fora. Nos pênaltis, Botafogo 3x2 Palmeira. Botafogo Futebol Clube, campeão do 1ª Supergol – Torneio de Futebol de Base.

Premiação:

Após o jogo a organização do evento premiou o Botafogo e o Palmeira com belos troféus de campeão e vice, respectivamente. Todos os atletas e as comissões técnicas também receberam medalhas.

Homenagem Póstuma:

Momento de muitas lágrimas, quando os jogadores e a comissão técnica do Botafogo ofereceram o título ao inesquecível Juruba, atleta do Sub 15 do Botafogo, falecido recentemente. Uma faixa com a foto e o nome de Juruba esteve presente em todas as comemorações após o jogo. “Fica em paz nosso eterno zagueiro Juruba, este título foi para você”, palavra de todos os que fazem o Sub 15 do Botafogo Futebol Clube.

Ficha Técnica:

Jogo: Botafogo 2 (3) x 2 (2) Palmeira
Data: 07/07/2012
Hora: 20h00
Local: Estádio Antônio Arruda de Farias – Baía Formosa-RN
Competição: Torneio Interestadual Sub 15 (1º Supergol)

Arbitragem:

AC: Anselmo Santana de Jesus (Margarida) – SE
A1: Márcio Bento Oliveira – RN
A2: Ademilson de Lima – RN

Gols:

Botafogo: Marquinho (2); Alessandro, Artur e Ericson (1)

Palmeira: Jefferson, Leleu, Jaedson e Euler (1)

Cartões Amarelos:

Palmeira: Jailson (18 – 2T); Leonel (20 – 2T) e Luiz (4 – 2T).

Formações:

Botafogo: Keven, Anderson, Luis, Ericson, Fernando (Matheus, 28 – 1T), João Pedro, Marquinho, Jackson (Lucas de Castro, 13 – 2T), Artur, Clodoaldo (Pelé, 30 – 1T) e Alessandro. Técnico: Adriano.

Palmeira: Diego, Jailson, Leonel, Luiz, Leleu, Galego, Bebeto, Euler, Emerson (Moraes, 13 – 2T), Marcone e Jefferson (Jaedson – Pênaltis). Técnico: João Mário.

Fotos:











Ascom – BFC
Timemania – Aposte no Botafogo como seu time do coração.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics