quarta-feira, 11 de julho de 2012

Esclarecimentos a população sobre podas realizadas na Gameleira de Praia Formosa, em Cabedelo

Secretaria Municipal de Pesca e Meio Ambiente (SPMA) esclarece à população de Cabedelo a intervenção realizada na gameleira da Praia Formosa.

Foto: Divulgação

Diante das inúmeras discussões nas redes sociais relativas à intervenção da SPMA na gameleira da Praia Formosa, a Prefeitura Municipal de Cabedelo, através da Secretaria de Pesca e Meio Ambiente, vem a público esclarecer a população de Cabedelo, em especial aos moradores da Praia Formosa que a referida árvore (gameleira – Ficus sp.) foi analisada por técnicos da Secretaria (Botânico) que constatou a fitocontaminação da mesma por endoparasitas (fungos), ectoparasitas (fungos que se desenvolvem em árvores em decomposição), além da presença de larvas de abelhas carpinteiras (Xylocopa frontalis), que usam galhos de vegetais mortos para construção de galerias e postura de ovos, que culminou pela perda da capacidade de regeneração dos brotos, ou seja, pela formação de novas folhagens, resultando dessa forma no apodrecimento de seus galhos/troncos, com risco de queda sobre os frequentadores da praia ( Fotos). Tal medida se deu em função do risco eminente proporcionado pela degeneração dos galhos/troncos, tendo em vista ser uma área com fluxo muito intenso de carros e de pessoas, evitando dessa forma, acidentes como os que ocorreram recentemente na Capital do Estado, onde por pouco não resultou em vítimas fatais, mas apenas em danos materiais.

A SPMA entende a importância tanto ambiental; quanto histórica da árvore para a bucólica Praia Formosa e para o Município de Cabedelo, porém as intempéries do ambiente (avanço do mar, ventos, etc.) e principalmente pela ação antrópica (homem) propiciaram a contaminação da gameleira e a situação atual em que mesma se encontrava.

No ano passado (2011), já tendo conhecimento da situação em que se encontrava o exemplar, principalmente pela dificuldade de rebrotamento, a SPMA com apoio de um empresário local, realizou intervenções na área onde se encontrava a árvore, onde foi feito o isolamento do perímetro da base da árvore com uma cerca de isolamento, e introdução de terra vegetal, na tentativa de melhorar a situação nutricional do solo. Todas essas ações tinham como principal objetivo minimizar os impactos negativos a gameleira que já vinham acontecendo há anos, a exemplo da quantidade excessiva de resíduos de vidro, provenientes de garrafas de bebidas, plásticos, etc. Todos estes materiais encontrados por nossos técnicos na areia, próximo ao sistema radicular (raízes) da gameleira; provenientes de práticas, até então constantes, de piqueniques por frequentadores da Orla, onde até churrascos eram realizados na base da árvore, aproveitando a época, o seu sombreamento.

Estamos adquirindo um exemplar da espécie Ficus sp. (gameleira) para fazer o plantio na área, com o propósito de amenizar a perda lamentável do exemplar. Pois não é prática da Secretaria de Pesca e Meio Ambiente realizar supressões em árvores de nosso Município sem a devida justificativa técnica, emitida através de laudo. A Secretaria esta a disposição da população para maiores esclarecimentos, com o propósito de poder atuar da melhor forma possível frente às questões ambientais e da pesca em nosso querido Município de Cabedelo.


Walber Farias Marques, Secretário Municipal de Pesca e Meio Ambiente, MSc. Desenvolvimento e Meio Ambiente (Biólogo – CRB nº 27.137/5-D)

Petrúcio Carlo R. de Medeiros, Secretário Adjunto de Meio Ambiente, MSc. Botânica (Biólogo – CRB nº 39.090/5-D)

Cabedelo, 10 de julho de 2012.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics