quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Luceninha diz que multa eleitoral foi induzida e que não seria motivo para sua inelegibilidade

O candidato a prefeito de Cabedelo pelo PMDB, Luceninha, disse na manhã desta quinta-feira (23) que irregularidade eleitoral foi “induzida” e que uma multa não seria motivo para sua inelegibilidade. Ele concedeu entrevista ao vivo para o programa Panorama 107, da Rádio Miramar FM 107,7 e foi o segundo a participar da rodada de entrevistas com os prefeitáveis de Cabedelo.

Isso é normal, né. Foi na eleição passada, de 2008. Foi uma multa eleitoral gerada porque a Câmara tem um carro de fazer serviços em João Pessoa e, porque induziram a isso, colocaram um adesivo na parte externa, bateram foto e denunciaram e a gente pagou a multa. Se eu for ficar inelegível por multa, nosso governador tem multa, Dilma tem multa, Veneziano tem multa. Tenho plena convicção de que vamos receber decisão a nosso favor. Serão julgados hoje todos os processos e o meu está no meio. Botaram um adesivo no carro e não foi nem em Cabedelo. Eu sou candidato de Cabedelo e não de João Pessoa”, afirmou.

Durante a entrevista, o candidato disse que infraestrutura e esporte serão as principais áreas de investimento da administração de Luceninha (PMDB), caso seja eleito prefeito. Conforme o candidato, já há um projeto de drenagem do bairro de Intermares orçado em R$ 45 milhões. Já no esporte, a primeira ação será levar o Estádio do Miramar para a administração municipal.

Vamos buscar um estádio para a prefeitura municipal. Há tantas outras cidades com menos condições que não têm clubes profissionais e têm estádio de futebol. Em primeiro lugar vamos tentar trazer estádio do Miramar para a prefeitura de Cabedelo e construir os equipamentos que estão faltando, como arquibancada, vestiário e cabine de imprensa. Isso também vai beneficiar as 10 comunidades em volta do Renascer. Temos mais de 60 clubes amadores só um estádio não vai dar condições. Temos que levar esses campos também para os bairros, como o Renascer. É só colocar grama, alambrado e vestiário. Isso está incluído em nosso plano de governo”, afirmou.

O candidato disse que ainda aproveitará os antigos profissionais esportistas como Zecão, Ramos e Marcão que têm escolinhas, para atuarem junto com os profissionais de educação física no segundo e terceiro expediente. Ele disse que também aproximará as ações de esportes com as igrejas do município.

Além o projeto de R$ 45 milhões previsto para a drenagem e pavimentação do bairo de Intermares, o candidato também mencionou outras localidades que receberão atenção em sua administração. “Há uma reclamação grande da população de Camboinha, na parte que fica entre a praia e o rio, porque se vê diversas ruas alagadas. Vamos fazer drenagem naquela área e fazer investimento também em saneamento. Por causa dos problemas sabemos que há famílias que foram alugar casas em outros bairros e deixaram suas casas fechadas. A solução é um investimento alto em infraestrutura", disse.

Na área da saúde, ele disse que está fazendo levantamento do funcionamento de toda rede. "Nosso hospital municipal Alfredo Barbosa só tem 40 leitos. Vamos descentralizar e fazer só atendimento materno-infantil e colocar uma UTI, porque as cirurgias são feitas todas em João Pessoa. Temos 20 PSF´s no município, com 19 funcionando e um em reforma. Vamos saber onde está faltando médico, quantos médicos nós temos para contratar para não deixar faltar para a população”, disse.

Luceninha disse ainda que, com relação à Cultura, são os artistas e artesão que escolherão os secretários e coordenadores. “Se funcionar, a gente continua, se não, eu mudo”, concluiu.

Por Marcelo Rodrigo

Cabedelo na WEB com Paraíba Já
(23/08/2012)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics