quarta-feira, 26 de setembro de 2012

ELEIÇÕES 2012 - DEBATE NA PARAÍBA FM - Luceninha apresenta propostas, rebate acusações de adversários e afirma: “sou oposição a Zé Regis em Cabedelo”



Em participação no debate promovido pela Rádio Paraíba FM, na tarde desta terça-feira (25), o candidato a prefeito de Cabedelo, Luceninha, que disputa pela coligação “A União Faz a Força” (PMDB, PRB, PP, PT, PTB, PSL, PSC, PR, DEM, PSDC, PRTB, PHS, PMN, PTC, PV, PRP, PSDB, PPL, PCdoB), demonstrou experiência e seriedade na apresentação de propostas, além de um tom firme ao responder às diversas provocações proferidas por seus adversários.

Durante pouco mais de duas horas, Luceninha fez perguntas aos concorrentes e também respondeu indagações sobre programas, projetos e ideias para a futura gestão à frente da cidade portuária. Ele discorreu, com propriedade, sobre temas como infraestrutura, educação, saúde, segurança pública, mobilidade urbana, geração de emprego e renda, desenvolvimento econômico e políticas públicas para a juventude, entre outras ações.

Na oportunidade, Luceninha ainda ouviu, pacientemente, as críticas e ataques proferidos quase que em conjunto pelos candidatos concorrentes, Wellington Brito (PSB) e Paulo Nogueira (PMN), que o acusaram, insistentemente, de representar a candidatura de situação em Cabedelo, ou seja, de ser apoiado pelo atual prefeito José Régis (PDT).

“Foi um debate positivo, pena que os nossos adversários se uniram para me atacar, mas, reza o ditado popular que as pessoas só jogam pedras em árvores que dão frutos, então a minha candidatura hoje em Cabedelo é o alvo deles, que se uniram, de forma desleal, para tentar denegrir a minha imagem e para burlar a opinião pública”, comentou Luceninha.

Nas considerações finais do debate, o candidato peemedebista ainda revelou que o socialista Wellington Brito mantém assessores diretamente ligados ao atual prefeito de Cabedelo, José Régis (PDT) e que o candidato Paulo Nogueira também prestou serviços a atual gestão.

“O filho do prefeito, Fábio Régis, é coordenador da campanha de Wellington Brito, assim como o secretário de Comunicação, Ramalho Pinto, também é coordenador de sua campanha. Já o Paulo Nogueira, conhecido como ‘Paulo do Jornal A Tribuna’, até poucos meses atrás prestou serviço à Prefeitura Municipal de Cabedelo e hoje se diz independente e de oposição”, disse.

“Eles omitem que quando fui vereador na época do ex-prefeito doutor Júnior (PT) e na primeira gestão de Zé Régis, eu era da bancada de oposição na Câmara Municipal. E a minha candidatura se conduz assim, sou oposição em Cabedelo e quem está coligado conosco também faz oposição ao atual prefeito, basta ver que o PDT, partido do atual prefeito, não está ao nosso lado”, comentou.

Atitude covarde em relação à construção do shopping 

Por fim, Luceninha ainda considerou como covarde a atitude dos atuais vereadores e candidatos a prefeito e vice-prefeito pelo PSB, Wellington Brito e Fabinho Oliveira, de se ausentarem da Câmara Municipal de Cabedelo no dia em que o projeto para a construção do Shopping Intermares, do Grupo Marquise, orçado em R$ 220 milhões, foi apreciado pelo Poder Legislativo.

“Eles foram covardes em não aparecer na votação. Eu, no lugar deles, me faria presente e votaria a favor da construção do shopping que vai gerar milhares de empregos em Cabedelo, mas, eles se ausentaram covardemente e até hoje ninguém sabe o motivo pelo qual Wellington Brito e seu candidato a vice-prefeito não participaram dessa votação”, concluiu.


Fonte: I2 Inteligência (Assessoria de Imprensa)
(26/09/2012)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics