sábado, 18 de maio de 2013

Cássio será eleito vice-presidente do PSDB nacional durante convenção neste sábado



O deputado federal Ruy Carneiro, presidente do PSDB na Paraíba, confirmou, na tarde desta sexta-feira (17), que o senador paraibano Cássio Cunha Lima será escolhido, neste sábado (18), um dos seis vice-presidentes nacional do partido, durante convenção que acontece em Brasília, no Centro de Convenções Brasil 21.

Na oportunidade, o nome do senador mineiro Aécio Neves será homologado como presidente nacional do partido, em substituição ao atual presidente, deputado Sérgio Guerra (PE). A expectativa é que cerca de 1,5 mil convencionais, entre delegados dos estados e do Distrito Federal, deputados federais e senadores e integrantes do atual Diretório Nacional, participem do evento. As atividades começam às 9h e prosseguem até às 14h.

Ruy Carneiro lidera comitiva paraibana

Ao lado dos senadores paraibanos Cássio Cunha Lima e Cícero Lucena, o deputado federal e presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, vai liderar a representação paraibana durante a XI Convenção Nacional do PSDB. 

-Estarei presente, na companhia dos representantes da Paraíba para dar continuidade aos planos e metas traçados na convenção estadual, realizada no último sábado. Vamos juntos construir essa nova agenda para o Brasil, onde a Paraíba terá vez e voz verdadeiramente, disse Ruy Carneiro.

Além do novo presidente tucano, serão escolhidos 236 nomes para o Diretório Nacional, entre 177 titulares e 59 suplentes. O voto é secreto e registrado em cédula. Se houver mais de uma chapa, será vencedora a que alcançar mais de 80% dos votos válidos. Caso exista chapa única, será considerada eleita se tiver, pelo menos, 20% dos votos válidos.

Pelo estatuto, somente os filiados há pelo menos seis meses antes da realização da convenção podem votar.

Composição: Além do presidente de honra do partido e de ex-presidentes, a Executiva é composta do presidente, primeiro vice-presidente, quatro vice-presidentes, secretário-geral, primeiro e segundo secretários, tesoureiro e tesoureiro-adjunto, dez vogais, bem como os líderes na Câmara e no Senado e o presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV).

Encerrada a eleição, o presidente, os integrantes do Diretório Nacional e da Executiva tomam posse automaticamente. O mandato tem duração de dois anos, sendo facultada uma reeleição.


Fonte: WSCOM

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics