terça-feira, 28 de maio de 2013

O Botafogo precisa vencer a segunda parte da decisão com diferença de dois gols para arrastar o título estadual de 2013



Foto: Fábio Fernandes
Na noite desta segunda-feira (27), no Estádio Almeidão, em João Pessoa, aconteceu à primeira parte da decisão de 180 minutos pela disputa do título estadual entre Botafogo e Treze, e o Botafogo saiu atrás do marcador nesses primeiros 90 minutos, agora precisa vencer os 90 minutos restantes com uma diferença de dois gols para arrastar de vez o título para a Capital.

Com as arquibancadas do Almeidão praticamente lotadas, a Torcida do Botafogo mostrou mais uma vez porque é a maior da Paraíba, mesmo com o time jogando em plena segunda-feira, quando muitos dos torcedores do Belo ficaram impedidos de ir ao estádio devido aos seus compromissos, seja pelo trabalho ou estudo.

O Jogo

O time do Botafogo foi superior ao time do Treze durante toda a partida, jogou um futebol pra cima, que empolgou a galera, contudo, os deuses da bola não permitiram que o melhor saísse de campo com um resultado positivo nessa primeira etapa da decisão e, em apenas um descuido, o time do Botafogo foi surpreendido num contra-ataque e tomou um gol bobo, aos 26 do segundo tempo, quando o jogador Kauê do Treze cruzou da esquerda para o Birungueta, livre de marcação, dentro da área, escorar de cabeça para o fundo da meta do goleiro Genivaldo.

No futebol tem dias que a bola simplesmente se nega a entrar, e no jogo de ontem foi exatamente isso que infelizmente aconteceu com o time do Botafogo, que poderia ter jogado até o dia amanhecer, que mesmo assim a bola não iria se encontrar com as redes adversárias, e só poderia ser num desses dias que o “mediano” goleiro do Treze, Beto, tivesse o seu dia de glória, e deixasse o gramado como o melhor jogador em campo.

O Botafogo foi valente, e tentou a todo custo fazer os gols no acuado time do Treze, que jogou com a proposta de conquistar pelo menos um empate, contudo, teve muita sorte no jogo, não por ter feito o seu “golzinho” salvador, mas, por não ter saído de campo goleado. Foram impressionantes, as situações de gols não convertidos pelo time do Botafogo no jogo, quando o goleiro Beto não obrava milagre em suas defesas, a bola pegava na zaga, quicava e ia pra fora, desviava em alguém e caprichosamente raspava a trave ou o travessão, enfim... Não era o dia mesmo.

A Torcida

A Torcida do Botafogo fez um show à parte, cantou, vibrou e incentivou o time o tempo todo e, mesmo após o apito final, com um resultado parcialmente adverso, os Torcedores do Belo ovacionaram os “guerreiros” jogadores. Foi emocionante a demonstração de confiança que a Torcida do Botafogo passou para o time.

A Arbitragem

A arbitragem paraibana, nesses jogos decisivos da competição estadual, mostrou que não fica nada a dever para a arbitragem de nenhuma outra federação do país, e que tem sim, condições de trabalhar em qualquer divisão do Campeonato Brasileiro.

O tamanho do estado não é sinônimo do nível da arbitragem do mesmo, ou seja, o estado da Paraíba pode até ser pequeno e pobre, mas demonstrou ter uma arbitragem de muita qualidade, resta agora torcer para que a CBF possa enxergar isso, deixar de preconceitos, e escalar mais árbitros paraibanos nos jogos das competições de nível nacional.

A Diretoria

A diretoria do Belo se superou mais uma vez na noite desta segunda-feira, quando após o jogo, no vestiário do Botafogo, reuniu os atletas e comissão técnica para reforçar a confiança e o apoio total ao grupo nos 90 minutos restantes da decisão do Campeonato Paraibano.

Opinião

O Botafogo demonstrou que tem time para vencer o Treze em qualquer lugar, seja no Amigão, no PV ou em qualquer campo onde seja possível a prática do futebol profissional.

Confiar na sorte nem sempre resolve, o time do Treze apostou na sorte e adotou um sistema de jogo covarde e medíocre nessas finais do Campeonato Paraibano, e caso não mude de atitude na segunda parte da decisão, poderá ter um reverso da sorte, que muda de lado por livre e espontânea vontade.

Ao Botafogo, resta apenas acreditar em si, porque o time tem potencial e futebol para fazer o resultado desejado na próxima quinta-feira, em Campina Grande, quando a bola vai rolar para o segundo tempo dessa decisão.




Acesse o álbum: Clique aqui!

Por Fábio Fernandes

Fonte: Botashow.com

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics