quarta-feira, 8 de maio de 2013

Paraíba assina convênio para contratação de Redes Digitais de Cidadania


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia (Serhmact) e Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq), lançará este mês edital para submissão de propostas ao Projeto Redes Digitais para Suporte à Inclusão Social, Produtiva e Inovativa de Cidades Paraibanas (Redes Digitais de Cidadania). O projeto está orçado em cerca de R$ 4 milhões, recursos do Ministério das Comunicações, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e Governo do Estado, conforme convênio assinado com o Ministério das Comunicações. Serão destinadas bolsas de extensão e iniciação científica para professores e estudantes de graduação.
O projeto tem como objetivo apoiar a implantação e consolidação de núcleos temáticos para planejamento, desenvolvimento, validação e distribuição de conteúdos formativos e soluções TIC (Tecnologia da Informação e da Comunicação) para públicos específicos, de forma a melhor qualificar o uso da internet em espaços públicos de acesso livre no Estado da Paraíba. Em conjunto com a Serhmact, a Fapesq vai articular, integrar, fomentar e avaliar ações de inclusão digital em segmentos específicos, através da constituição de parcerias, envolvendo governos, universidades públicas e institutos federais de educação, ciência e tecnologia, empresas, e demais agentes locais.
Também vai identificar, propor e acompanhar melhorias e atualizações das políticas públicas de inclusão digital; acompanhar projetos de inclusão digital prioritários ao desenvolvimento local e setorial, com ênfase na maior inserção social, produtiva e inovativa do cidadão domiciliado no Estado da Paraíba, dando especial destaque aos projetos com perfil empreendedor, de forma a consolidar a fixação de empreendimentos digitais no interior do Estado, entre outras propostas voltadas à inclusão e desenvolvimento digital das cidades beneficiadas com a iniciativa.
O projeto terá 24 meses de duração, sendo 18 meses para a execução dos projetos de Núcleos Temáticos aprovados na Chamada Estadual. A proposta é implantar 26 Núcleos Temáticos, sendo para atuar com médias e pequenas empresas e agricultura familiar, quatro para gestores municipais, cultura, trabalho, emprego e renda e capacitação nos Espaços Públicos. Serão 26 produtos/soluções (processos formativos ou soluções TIC em apoio à inclusão digital) inovadores concebidos a partir da intervenção com TIC, design, arte e mídia; pelo menos seis “vitrines de sucesso” em implantações de produtos/soluções gerados pelos Núcleos Temáticos. O projeto pretende habilitar empresas locais para atuar na oferta de serviços especializados nas seguintes áreas: produção e distribuição de conteúdo digital, produção e distribuição de soluções de software, e estruturação e implantação e pacotes de serviços de suporte tecnológico.
A iniciativa vai propor modelos de gestão colaborativos para ampliação e sustentação da Rede de Núcleos Temáticos. Segundo o presidente da Fapesq, Claudio Benedito Furtado, a ideia vai beneficiar também os servidores públicos municipais que receberão qualificação através das Redes Digitais. Esse projeto dará seguimento à Pavimentação Digital do Estado da Paraíba, que está com dois projetos em execução: o REDEICTIPB – Rede de Informação em Ciência Tecnologia e Inovação (orçado em aproximadamente R$ 4 milhões) e o REPAD-PB – Rede Paraibana de Alto Desempenho (orçado em mais de R$ 11 milhões).

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics