sexta-feira, 26 de julho de 2013

Vereadores se mobilizam em defesa do Porto de Cabedelo.




A Câmara Municipal de Cabedelo realizará na próxima segunda-feira (29), às 20h30, uma Sessão Especial para discutir a decisão da Petrobrás em fechar o seu Terminal de Distribuição no Porto de Cabedelo, determinação que transferiria a cabotagem para o Porto de Pernambuco, acarretando muitos prejuízos para a Paraíba. A Sessão Especial é uma iniciativa do vereador Lúcio José (PRP), que está encampando uma mobilização em defesa do Porto de Cabedelo, conjuntamente com os vereadores Belmiro Mamede (PRP), Jacqueline Monteiro (PRP), Márcio Bezerra (PP) e Artur Cunha Lima Filho (PRTB), apoiados pelos demais parlamentares, que aprovaram, por unanimidade, a realização da Sessão Especial.

O vereador Lúcio José informou que a Sessão deverá contar com a presença do Presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Derivados de Petróleo na Paraíba (SINDIPETRO-PB), Omar Hamad Filho, que foi convidado para prestar informações e esclarecimentos sobre a redução no abastecimento de combustível nos postos em razão da escassez de produtos derivados de petróleo, a exemplo da gasolina, consequência da referida decisão anunciada pela Petrobras.

“Além de acarretar o aumento dos custos dos derivados de petróleo, essa decisão da Petrobras traria um grande prejuízo financeiro para a Paraíba, com a diminuição da arrecadação tributária. Além disso, haveria uma imensa retração da atividade portuária local, uma vez que metade das cargas que chegam ao nosso Porto é de combustíveis. Não podemos permitir que a Petrobrás efetive essa transferência”, ressaltou Lúcio José.

De acordo com dados do Sindipetro-PB, caso a decisão da Petrobrás seja confirmada, haverá aumento nos preços de vários produtos e serviços, principalmente do combustível e das passagens de ônibus, pois se a entrada dos derivados de petróleo no Estado for realizada por Pernambuco e não mais pelo Porto de Cabedelo, a distância para a chegada desses produtos à Paraíba será maior, elevando os custos.

O vereador Lúcio José enfatizou ainda que será necessária uma grande mobilização, incluindo não apenas os vereadores de Cabedelo, mas a Assembleia Legislativa, o Governo do Estado e a bancada Federal para, todos juntos, cobrarem da Petrobrás a manutenção do contrato de utilização do Porto de Cabedelo.

“É preciso que toda a classe política paraibana se una, em uma corrente suprapartidária, em prol do nosso Porto. Não podemos deixar o Porto de Cabedelo à deriva até afundar. Precisamos mantê-lo a todo gás e trabalhar pelo seu desenvolvimento, mostrando sua importância para o Brasil”, afirmou o parlamentar cabedelense.


Fonte: Assessoria

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics