sexta-feira, 6 de maio de 2016

Vigilância Ambiental realiza ação de combate ao Aedes Aegypti em Intermares



Foto: Michael Sampaio.
A Vigilância Ambiental e o Controle de Zoonoses de Cabedelo realizaram, nesta quinta-feira (5), uma ação conjunta de combate ao mosquito Aedes Aegypti em um prédio abandonado no bairro de Intermares. A ação atendeu a diversas e constantes denúncias feitas pela população local sobre o estado de abandono em que se encontra o local, onde já funcionou um hotel.

A intervenção foi possível por uma liminar concedida pela Justiça, permitindo que as equipes entrassem no prédio, que é uma propriedade particular. A ação também contou com o apoio do Corpo de Bombeiros e da Policia Militar. 

“Essa não é uma ação isolada. Trabalhamos nessa área rotineiramente. De dois em dois meses fazemos visita em toda a área do bairro. Hoje, especificamente, em virtude das várias denúncias encaminhadas pela população sobre a situação desse prédio, estamos realizando uma ação especifica para fazer uma pesquisa de larvas de mosquito e tentar eliminar possíveis focos do Aedes, através do uso de fumacê. Aproveitando o ensejo, trouxemos também a equipe da Zoonose para realizar uma desratização na área do prédio”, explicou o supervisor geral da Vigilância Ambiental, Jose Aguiar.

As equipe já tinham ido ao local outras vezes, mas nunca encontraram o dono ou o responsável pelo prédio. Diante da situação, solicitaram uma liminar da Justiça permitindo a entrada forçada, com a presença de autoridades policiais, como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. 

“O principal problema que tivemos aqui foi a dificuldade de acesso. Não podíamos adentrar a um prédio particular sem a autorização, sem o apoio e a participação do pessoal da justiça. Após a liminar, aproveitamos a oportunidade para fazermos, em conjunto com a Zoonoses, um trabalho mais eficaz e mais consistente no local”, explicou Aguiar.

Denúncias de focos do Aedes Aegypti podem ser feitas através da Vigilância Epidemiológica, pelo telefone 3250.3141; e da Vigilância Ambiental, no 3250.3501.


Secom Cabedelo

Fonte: PMC

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics