terça-feira, 5 de julho de 2016

Ex-prefeito de Cabedelo destaca ações da gestão atual e critica vereadores que recusaram a construção de 102 novas paradas de ônibus na cidade



Ex-prefeito de Cabedelo,
Sebastião Plácido
O ex-prefeito de Cabedelo, e uma das lideranças políticas mais respeitadas na cidade, Sebastião Plácido, destacou as ações do prefeito Leto Viana em prol da cidade e  lamentou a recusa da oposição em votar, na Câmara Municipal, pela aprovação da construção de 102 paradas de ônibus na cidade.

Plácido, que foi prefeito de Cabedelo por duas vezes e é uma das lideranças políticas mais queridas e respeitadas pelo povo, elencou, como principais ações da gestão atual, a pavimentação  e drenagem de ruas em Intermares e Recanto do Poço; a reforma e ampliação do Hospital e Maternidade Padre Alfredo Barbosa e a reforma do calçadão da BR que, segundo ele, transformou a entrada da cidade.

Além disso, o ex-gestor ainda pontuou a responsabilidade que o prefeito Leto Viana tem com as contas públicas e a melhoria na qualidade do atendimento prestado pela Prefeitura, através, principalmente, da aquisição de novas sedes para as principais Secretarias.

“Estou na vida política há muito tempo. Como gestor da cidade, trabalhei por tornar Cabedelo sempre melhor, com boa infraestrutura e atendimento em saúde, e, até hoje, sou reconhecido por isso por onde passo, graças a Deus. Em pouco mais de dois anos, afirmo sem medo de errar, que Leto fez o que a maioria não fez.  Quem conhece Cabedelo sabe o quanto a cidade está mudada: mais limpa, mais bonita, mais acessível. E não são ações pontuais. Todas as esferas vêm recebendo ações e toda a população vem sendo beneficiada”, afirmou.

 Plácido ainda lamentou a forma como os vereadores de oposição, liderados pelo presidente da Câmara Lucas Santino (PMDB) e Fernando Sobrinho (DEM), pré-candidatos a prefeito, recusaram o projeto de lei do Executivo que previa a construção de 102 paradas de ônibus, atendendo a uma demanda antiga da população.

“O que mais me surpreende é que eles se dizem representantes do povo e esqueceram que essas paradas beneficiariam apenas ao povo. Canso de ver idosos, crianças, grávidas, deficientes à espera do ônibus, em paradas que não têm coberta, levando chuva e sol. Quando tiveram a chance de mudar essa realidade, eles simplesmente colocaram seus interesses pessoais acima do coletivo. Fico pensando como eles ainda têm a coragem de ir para as ruas pedir voto, sabendo que tiraram da população a oportunidade de ter mais conforto e segurança. É algo que, como político e como cidadão, não consigo conceber”, finaliza.


Fonte: Cabedelo em Destaque

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics