quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Pilotagem Defensiva e Código de Trânsito Brasileiro são temas de capacitação voltada para os mototaxistas locais



SEMOB - Secretaria de Mobilidade Urbana
A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) promoveu, nesta terça-feira (28), no Auditório da Seduc, mais um Curso de Capacitação para Mototaxistas do município. A iniciativa contou com a participação de 30 profissionais que atuam em Cabedelo, e foi coordenada pela Semob em parceria com a Polícia Militar da Paraíba (PMPB) e com o Detran-PB.

Durante o curso, foram vistos conteúdos sobre a exigência legal do uso de capacete pelo piloto e passageiro, bem como a observância do limite de idade a partir do qual crianças podem ser conduzidas em motos (sete anos). Pontos que, segundo a Semob, são os mais recorrentes na cidade. 

“O objetivo está focado no quesito educação, sempre valorizando conceitos referentes à prevenção de acidentes, respeito às normas de trânsito e ao pleno exercício da cidadania. Apenas nestes últimos quinze dias, registramos em Cabedelo quatro mortes decorrentes de acidentes com motos. Portanto, essa é uma constatação de que temos que promover continuamente esse trabalho de capacitação”, destacou a coordenadora de Educação para o Trânsito de Cabedelo, Telma Santos. 

A comprovação de participação dos mototaxistas nas capacitações oferecidas pela Semob serão quesitos de habilitação na regulamentação da categoria. O projeto já está em fase de elaboração na Procuradoria do Município e consequente envio à Câmara Municipal para sua efetivação. 

Para o Coronel Sobreiro, da PMPB, o principal objetivo do curso é o real aprendizado e conscientização desses profissionais quanto à necessidade de realizarem e promoverem pilotagem defensiva e responsável. 

“As estatísticas não deixam dúvidas sobre a necessidade dos poderes públicos atacarem esse problema. Na Região Nordeste, a cada 100 acidentes de trânsito 59 envolvem motos. Destes, temos duas amputações de membros a cada 10 acidentes e quase 80% de óbito. Não temos como ficar passivos diante dessa realidade. Precisamos reforçar nossas práticas educativas, seja na escola, seja junto aos profissionais e usuários desse meio de transporte". 

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Organização das Nações Unidas (ONU) apontam que, anualmente, 1,3 milhão de pessoas morrem decorrente de acidentes de trânsito. A chefe de Educação no Trânsito do Detran-PB, Abimadabe Vieira, alerta que, se  nada for feito, em breve o Brasil será uma nação de 50 milhões de sequelados em decorrência desse tipo de tragédia. 

 “A problemática é enorme e merece todo o esforço dos poderes públicos no sentido de reduzir esses acidentes. E um dos caminhos é esse exemplificado em Cabedelo, através de seus projetos educacionais na área". 

Para os mototaxistas participantes, a avaliação da capacitação é positiva, e o que foi visto nela merece ser sempre aplicado por todos os profissionais nas ruas da cidade. 

“O curso é perfeito. O profissional que atua com moto no trânsito não pode abrir mão de se capacitar e se atualizar", disse Valdomiro Gomes da Silva.
  
“Ainda vemos com frequência muitos pilotos de moto conduzindo sem usar capacete, como também o passageiro. Outros não cuidam corretamente dos veículos. E tudo isso contribui para os acidentes que vemos no dia a dia. Então é importante que a Prefeitura atue nessa área de capacitação”, finalizou Jarbas Gomes. 


Fonte: Secom Cabedelo


0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics