quarta-feira, 29 de agosto de 2012

LUCENINHA QUANDO ELEITO


Luceninha assina compromisso de desenvolver ações que promovam o desenvolvimento sustentável no município de Cabedelo

Na manhã desta quarta-feira (29), o candidato a prefeito de Cabedelo, Luceninha (PMDB), assinou um documento no qual se compromete a estabelecer um plano de metas visando à sustentabilidade, assim que assumir a prefeitura daquele município. A carta-compromisso assinada, foi idealizada pelo Programa Cidades Sustentáveis que visa sensibilizar, mobilizar e oferecer ferramentas para que as cidades se desenvolvam de forma ambiental, social e econômica, mas sem causar danos à qualidade de vida e ao planeta.

Luceninha se diz orgulhoso pelo fato da cidade de Cabedelo estar fazendo parte desse programa, mas acredita que, para alcançar melhorias realmente significativas, é necessário estabelecer parcerias como os municípios vizinhos como Lucena, Baía da Traição e Mataraca. “É preciso criar metas e ações sustentáveis que envolvam esses municípios unidos, assim, além de baratear o projeto, irá despertar a atenção do Governo Federal, pois abrangerá várias cidades, visando o desenvolvimento de todas elas. Quando você pensa no coletivo tudo se torna muito mais viável”, defende.

O candidato também acredita que toda a região metropolitana de João pessoa, que engloba também alguns municípios do Litoral Sul, precisam se unir para gerar desenvolvimento para todas elas. “Essas cidades tem características parecidas, vocação turística e são muito próximas. Esse compromisso estabelecido hoje é de fundamental importância para todas”.

Investir na educação ambiental também é fundamental, segundo Luceninha. Para ele, não adianta que o poder público apenas estabeleça ações paliativas quando os problemas ocorrerem. “Temos o oceano de um lado e o Rio Paraíba do outro, que precisa de um olhar mais carinhoso. No rio é onde está a população de baixa renda, que às vezes jogam até móveis na beira do rio. Não podemos pensar em ter como projeto ambiental limpar Areia Vermelha e no mês de janeiro. Temos que pensar em um projeto que encare a cidade como um todo”, defende.

O candidato acredita que é importante manter o diálogo aberto com as ONGs e empresas privadas para que as ações sejam bem-sucedidas. “A prefeitura sozinha não pode fazer com que a cidade funcione, temos que buscar parceiros para realizarmos um bom trabalho na cidade de Cabedelo”, garante.

De acordo com o coordenador do Programa Cidades Sustentáveis, Oded Grajew, os candidatos que firmaram o compromisso, e forem eleitos, serão fiscalizados. Os eleitos têm até 90 dias para elaborar um plano de metas de desenvolvimento sustentável em todas as regiões do município. “Vamos acompanhar quem está cumprindo os compromissos e valorizar esses gestores”, garante.

Para Grajew, sustentabilidade é a nova palavra de ordem mundial e que os futuros prefeitos das cidades brasileiras precisam entender bem o seu significado e tentar fazer sua parte. Ele lembra que a maioria dos estudiosos da área ambiental acredita que, se o planta continuar no atual ritmo de degradação, em 20 anos os danos serão irreversíveis.

Foto: Fábio Fernandes

I2 Inteligência (Assessoria de Imprensa)
(29/08/2012)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics