sábado, 3 de setembro de 2011

SALVO CONDUTO

ACUSADO DE MATAR JOVEM NA PRAIA DO JACARÉ NÃO É CONSIDERADO FUGITIVO DA POLÍCIA:

O jovem Henrique Cordeiro de Lucena, 20 anos, acusado de assassinar Marx Nunes Xavier, 25, não é mais considerado foragido pela Justiça de Cabedelo.

Após uma discussão, Marx foi morto no dia 7 de agosto, na Praia do Jacaré, em Cabedelo, na Grande João Pessoa. Ele tentou defender um homossexual que estava sendo agredido.

- O juiz deu um salvo conduto ao acusado, para que ele se apresente e não ficar preso. O Ministério Público irá fazer a denúncia e o processo irá ocorrer normalmente. O crime foi grave e a sociedade ficou comovida. A família da vítima não esperava por essa decisão – disse Afro Rocha advogado da família de Marx, em entrevista.
Segundo o pai de Marx, Pedro Inácio, “perdi meu filho novamente quando o juiz de Cabedelo autorizou ao acusado responder em liberdade, porque ele concedeu esse direito por privilégio”.

- Recebemos uma denúncia que no mesmo dia que o acusado assassinou o meu filho, ele matou um mendigo próximo a um banco no Bessa, em João Pessoa. Antes que se tenha um laudo para apurar os crimes, não seria melhor que esse magistrado esperar um pouco – Pedro Inácio pai de Marx.

*As informações foram repercutidas na TV Paraíba


Fonte: Paraíba Online
(02/09/11, às 19:38)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics