sábado, 6 de outubro de 2012

Futebol - No Flamengo, Zinho celebra Adriano em campo, mas avisa: ‘Não tem volta marcada’



A partir desta sexta-feira, Adriano passa a integrar o grupo principal do Flamengo. Agora, a equipe de Dorival Júnior vai trabalhar diretamente com o jogador para que ele ganhe condição de jogo. Na tarde desta sexta-feira, a participação do Imperador no coletivo entre os jogadores que não participaram da partida contra o Bahia e os que não foram relacionados causou surpresa. Ele ficou em campo por 40 minutos, demonstrou disposição, mas ficou claro que a forma física do camisa 10 ainda está longe do ideal. O diretor de futebol Zinho assistiu ao trabalho ao lado do técnico Dorival Júnior e ficou muito satisfeito, mas fez questão de deixar claro que o retorno aos jogos não está marcado.

- Essa programação estava prevista para segunda-feira, mas depois de tudo o que aconteceu, e não vale a pena falar novamente sobre isso, o processo não começou. Na terça, quando se apresentou para o novo processo, ele já ia para o treino, mas teve um problema na lombar. Ficou esses dias em tratamento, hoje (sexta) ele chegou bem, com um pouco de dor ainda, mas muito disposto a ir para o campo. A comissão técnica decidiu colocá-lo, achou que seria bom para esse processo de preparação, de condicionamento físico, que vai acelerar. Nosso objetivo é a repetição dos trabalhos, ele agora está com a comissão técnica, se condicionando, perdendo peso, ganhando confiança com bola, no campo, para que esse convívio motive mais ele ainda para que a gente possa analisar, principalmente a comissão técnica, o estágio para ele possa ter uma volta. Não tem volta marcada, não tem dia marcado, está em campo para trabalhar – explicou o dirigente.

Adriano ainda deve realizar outras atividades longe do grupo, já que ainda está em fase de recuperação física. Zinho acredita que haverá também um crescimento emocional. Na segunda, depois de perder dois dias e meio de treino no fim de semana, o atacante conversou com o diretor e mostrou-se confuso e perturbado ao falar sobre o futuro no clube e na profissão. O Imperador cogitou encerrar a carreira, mas não levou a ideia adiante e decidiu continuar no Flamengo. Para isso, comprometeu-se a cumprir as exigências: não faltar novamente e aceitar ajuda psicológica.

- Indo para o campo, não só fazendo academia e fisioterapia, mesmo treinando com os companheiros em ritmo mais lento, Adriano vai ganhar mais confiança. Todo mundo ficou muito satisfeito.

O Flamengo procura trabalhar em sigilo sobre a questão do auxílio psicológico a Adriano. O clube não quer divulgar quando e como será feito este acompanhamento. José Luiz Runco, chefe do departamento médico do Rubro-Negro, já indicou o nome de um profissional para tratar o Imperador.


Fonte: Globoesporte.com
(06/10/2012)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics