domingo, 9 de março de 2014

Artesãos da Paraíba expõem em feira de design em São Paulo.



Peças de barro feitas por artesãs da Paraíba - 24ª Craft+Design, em São Paulo.
(Foto: Alex Rocha/ Secom-PB)

A produção de artesanato de 906 artesãos de 22 municípios paraibanos está exposta a partir deste sábado (8) na 24ª Craft+Design, um dos mais importantes eventos no segmento da decoração, design e arquitetura. A partir da exposição de 44 peças representativas da Paraíba, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico espera gerar negócios na ordem de R$ 90 mil reais para as 35 associações de artesãos representadas na feira.

Como diferenciais, estarão expostos produtos feitos à base das escamas de peixe, peças produzidas com mariscos triturados e a renda renascença. O evento segue até o dia 11 de abril.

A Craft+Design é uma feira de atacado direcionada a lojistas, decoradores e profissionais que trabalham com ambientação. O objetivo é garantir encomendas e repassar para as associações que se encarregam de produzir e entregar os produtos encomendados. "Pensamos desde o início da curadoria em janeiro em selecionar produtos que destaquem a identidade da Paraíba e tragam um bom acabamento e condições de atender às exigências atuais do mercado”, enfatizou segundo a gestora do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), Ladjane Barbosa.

Foto: Alex Rocha/ Secom-PB.
Os destaques dessa edição da feira devem ficar por conta das peças feitas utilizando mariscos triturados. O trabalho, idealizado pelo designer Sérgio Matos, que atuou como consultor pelo Sebrae, consistiu em inserir as cascas dos mariscos em processo artesanal de peças como jarros, luminárias e cestas. Outro destaque é a produção de peças ornamentais feitas com escamas de várias espécies de peixes, originárias de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa.

A artesã e coordenadora do projeto 'Macaraú - Marisqueiras em sua arte', Alba Maria Pereira Correia, destacou que trabalhar com a matéria-prima da casca do marisco trouxe mudança significativa na vida de 14 mulheres da região de Acaú, localizada no município de Pitimbú, a 55km da capital da Paraíba.

“As pessoas não acreditavam muito, tanto que fizemos um curso que começou com 20 mulheres e só três foram até o final. Eu e minha irmã acreditamos nesse projeto e quando começamos a ter retorno do nosso trabalho muitas mulheres voltaram o grupo. Trabalhar com a casca do marisco triturado melhorou em tudo a nossa vida profissional, pessoal e até emocional”, frisou.

Entregas em domicílio
Adaptadas à vida prática e às regras do mercado, as artesãs de Acaú aceitam encomendas por telefone, pagamento por meio de depósito e realizam entregas em domicílio de clientes na Paraíba e no Recife, em Pernambuco. O esquema demonstra o nível de organização que as mulheres já conseguiram estabelecer no negócio.

A expectativa de Alba Maria é de que a participação na 24ª Craft+Design amplie encomendas e garanta a conquista de novos clientes. A produção de peças com as cascas dos mariscos tem garantido renda para as artesãs e ampliam os lucros para os que vendem o marisco, afinal, para fazer apenas um vaso simples são necessários até 6 kg da casca triturada. Uma luminária mais incrementada pode custar ao cliente em torno de R$ 320.

Wagner Lima

Fonte: G1/PB

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics