sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Prefeito de Cabedelo anuncia recuperação de praças da cidade.



O prefeito de Cabedelo, Leto Viana, autorizou, na última quarta-feira (27), a conclusão do projeto de reforma e recuperação de 14 praças da cidade. As obras serão realizadas com recursos próprios, e, tanto o orçamento final, quanto o processo licitatório, devem acontecer no mês de setembro.

Denominado como “Um novo olhar para a cidade”, o projeto arquitetônico e paisagístico, coordenado pela arquiteta Reneê Katiana, traz em seu conceito três aspectos básicos: resgatar a paisagem urbana, o convívio social e a identidade cultural da cidade.

Os serviços contemplarão pelo menos 14 praças, em vários locais da cidade, incluindo reformas gerais, recuperação de pisos, jardinagem, colocação de cobertas, implantação de equipamentos de ginástica e recreação, equipamentos sanitários e iluminação. O objetivo é devolver à população esses equipamentos, em um formato e aparência convidativos, já que há anos foram abandonados por gestões anteriores, e, em alguns casos, oferecem até riscos à segurança de crianças e adultos.

“Essa é a materialização de mais um compromisso com a população cabedelense que, há anos, vem cobrando esses serviços. São obras que impactam a vida cotidiana de moradores de todas as idades, que voltarão a usufruir de instalações bonitas, convidativas e seguras”, ressaltou Leto Viana.

As praças contempladas, nessa primeira fase, são: Praça do Miramar, Praça do Leme, Praça do Skate, Praça do Marinheiro, Praça Getúlio Vargas, Praças Campina da Vila I e Campina da Vila II, Praça da Palmeira, Praça José Américo, Praça Jardim Manguinhos, Praça da Santa, Praça Marinômio Lopes Mendonça – Vila São João, Praça do Pescador e Praça Venâncio Neiva.

Outras ações - Ainda farão parte do projeto “Um novo olhar para a cidade”, a revitalização da Gameleira, com equipamento de apoio em seu entorno; a padronização de lixeiras, com conceito temático usando madeira de demolição; a jardinagem do Canteiro Central da Av. Mar Vermelho; e o replantio das jardineiras ao longo da Avenida Oceano Atlântico, à beira-mar de Intermares, além da demarcação com cercas rústicas das passagens já existentes, ligando essa avenida à praia, através da vegetação local.


Fonte: PMC


0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics