quarta-feira, 20 de maio de 2015

Ações para Contingência da Dengue serão realizadas nas escolas municipais.



A Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab), através da Vigilância em Saúde, realizou uma reunião nesta terça-feira (19) com o Conselho Gestor contra a Dengue. O objetivo do encontro, que aconteceu no Auditório da Secretaria de Ação e Inclusão Social (Semais), foi definir o Plano de Ação de Contingência da Dengue 2015, debatendo estratégias de combate preventivo ao Aedes Aegypti, transmissor da Dengue e da Chicungunya.
Várias estratégias e ações já estão encaminhadas pela Sescab desde 2014, em caráter continuado, o que mantém Cabedelo em situação aceitável quanto aos índices de ocorrência da doença. Este ano, 45 casos já foram confirmados. 

Durante a reunião, ficou definida a criação do Programa Municipal de Controle da Dengue, com foco nas estratégias intersetoriais e interinstitucionais, visando a corresponsabilização para a redução da incidência e do risco de epidemias de Dengue no Município. 

O encontro também discutiu ações emergenciais para reduzir a ocorrência de formas graves da Dengue e controlar os índices de infestação predial abaixo de 1%, recomendando pelo Ministério da Saúde, através do fortalecimento do controle viral. Além disso, a Sescab vai intensificar as ações educativas, de mobilização social e de comunicação.

Ações conjuntas de Educação em Saúde no combate ao Aedes Aegypti também estiveram na pauta de discussões. A iniciativa vai contar com o apoio da Secretaria de Educação (Seduc), através do Programa de Saúde Educacional (PSE), e pretende envolver diretores, professores, alunos e pais, profissionais em saúde, organizações sociais, lideranças comunitárias e outros segmentos da sociedade cabedelense.

“Até fevereiro/março, tivemos uma situação confortável de ocorrências da Dengue na cidade. Porém, dos 101 casos notificados, 26% foram confirmados, o que já pode nos deixar em alerta. Daí a necessidade de buscarmos o comprometimento de todos, em especial os jovens estudantes, para que contribuam nesse esforço como fiscais de suas casas e vizinhos”, comentou Elisete Pimentel, gestora da Vigilância em Saúde.

Para denunciar casos de focos do mosquito, a Sescab disponibiliza os telefones 3250. 3141, da Vigilância em Saúde, e 3250.3265, da Vigilância Ambiental. 

Sobre o Conselho - O Conselho Gestor de Combate à Dengue promove ações em rede e conta com a participação das Vigilância em Saúde, Ambiental e Epidemiológica, Atenção Básica em Saúde e Educação em Saúde, além das Secretarias de Educação, Planejamento, Comunicação Social e Infraestrutura. 


Fonte: PMC

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics