segunda-feira, 9 de maio de 2016

Participantes do Programa de Alfabetização na Idade Certa recebem certificados



(Foto: Vimerson Dantas)
A Secretaria de Educação de Cabedelo (Seduc) realizou, nesta segunda-feira (9), a entrega dos certificados aos professores participantes do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) no exercício 2015. Na ocasião, também foi aberto o ciclo 2016 do programa.

A cerimônia aconteceu no Cabedelo Clube e reuniu gestores, coordenadores, professores e estudantes. Além da entrega dos certificados, o evento ainda contou com apresentações artísticas dos alunos da Escola Municipal Elizabeth Ferreira; exposição e vídeos sobre as práticas pedagógicas; e relatos de experiências desenvolvidas durante o período.  

“O Pnaic representa um avanço. Desde 2013, quando Cabedelo aderiu ao Pacto, temos nos empenhado para que ele funcione da melhor forma possível e consiga atingir os objetivos. O programa é de uma importância fundamental, uma vez que trabalha a alfabetização para que o aluno saia do terceiro ano lendo. Essa é uma obrigação que a gestão e a educação abraçam, e que, além de uma causa nobre, é uma forma de fortalecer o processo de alfabetização no nosso município”, declarou o secretário da Educação Alsony Meireles.    

De acordo com a coordenadora do Pnaic em Cabedelo, Selma Gomes, as ações do programa iniciam-se logo no início do período letivo. As salas de alfabetização já têm que estar munidas de planejamento elaborado por professores-supervisores As formações com os professores, entretanto, estão previstas para começarem em junho, com aulas.

No período passado, o programa contou com 76 participantes, o que, na prática, atinge um universo de cerca de 1.500 alunos, divididos entre as três primeiras séries do ensino fundamental.

“A condição dos alunos que chegam até o 6º ano sem saber ler e, muitas vezes, só conhecendo as letrinhas, é preocupante. Por isso, o Ministério da Educação lançou esse programa que, atualmente, é primordial em todos os municípios do país. Em 2016, ele deve ser intensificado porque foi comprovado que nas regiões norte e nordeste é onde se registram os maiores déficits na questão da alfabetização”, comentou Selma.

Os encontros de formação acontecem aos sábados, duas vezes ao mês, na Escola Adolfo Maia, e os professores participantes têm direito a uma bolsa de incentivo.

Pnaic – O Pnaic consiste em uma ação promovida pelo Governo Federal, mediante acordo firmado com os estados, municípios e entidades. O Pacto tem a finalidade de enfrentar uma dos maiores desafios da educação no país, que é assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos idade ao final do 3° ano do Ensino Fundamental.

Para 2016, o Pnaic está centrado em três eixos de atuação para redução dos níveis de analfabetismo e o baixo letramento. O primeiro eixo prevê o fortalecimento das estruturas de gestão em nível regional; o segundo, a formação continuada dos professores; e, em terceiro lugar, promover a valorização de escolas e profissionais empenhados na evolução da alfabetização e apoio às unidades que apresentem maiores dificuldades na superação do analfabetismo.  

Evolução e metodologia – O Pacto é fundamentado na interdisciplinaridade e, inicialmente, teve como linha mestra o processo de letramento. Em 2014, foi introduzida a matemática e, em 2015, passou a contemplar todas as disciplinas.

“Hoje o Pnaic abrange do português à matemática E as atividades são trabalhando a aprendizagem através do lúdico, para que as crianças sintam-se voltadas a questão do letramento e que tenham prazer nesse processo. Para isso, o ambiente das salas de aula tem que estar especialmente preparado com recursos de alfabetização: cantinho da leitura, caixa da matemática, caixa da transformação e, além de tudo, que os professores invistam em aulas de campo”, conclui a coordenadora do Pnaic, Selma Gomes. 


Secom Cabedelo

Fonte: PMC

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | JCPenney Coupons
Real Time Web Analytics